Como usar as Redes Sociais para Promover o Negócio?
790
single,single-post,postid-790,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive
 

Promover Negócio nas Redes Sociais

Promover Negócio nas Redes Sociais

Como usar as redes sociais para promover o seu negócio

Para promover o seu negócio, este artigo enumera algumas diretrizes a seguir relativamente à gestão efetiva de redes sociais. Essencialmente, o que as redes sociais representam para os negócios é a oportunidade de se envolverem com os seus consumidores.

Para cada negócio, o caso é diferente e tudo depende da estratégia em curso e do posicionamento da marca, sendo que, os especialistas em marketing afirmam que de facto não existe uma fórmula universal para uma gestão ótima de redes sociais.

As redes sociais são um ponto de contacto com os consumidores e devem ser consideradas como meios para alcançar fins e de forma alguma deve-se assumir que funcionam isoladamente pois é necessário integrá-las com outras plataformas e ferramentas.

 

O que é necessário?

Em primeira instância, a formação e qualificação do pessoal responsável face à implementação dos processos inerentes à gestão de redes sociais ou a contratação de outsourcers. É um investimento acessível às PMEs principalmente pelo facto de que o espaço e alcance da comunicação é “ganho” à medida que as iniciativas decorrem, ao passo que tradicionalmente o tempo e espaço para comunicação é comprado a peso de ouro.

 

Que redes sociais?

O Facebook é a rede social com maior número de utilizadores no mundo e em Portugal, portanto, este artigo irá incidir sobre esta rede social. No entanto, existem muitas outras, entre elas, o LinkedIn, o Twitter, o Pinterest e o Youtube. Estar presente numa ou noutra depende inteiramente do que se pretende em termos de estratégia e objetivos, contudo, definir como objetivo, estar presente no Facebook ou em qualquer outra rede social, não é um objetivo.

 

Boas práticas

Só tem uma oportunidade para causar boa impressão
Uma boa foto de capa pode causar uma forte primeira impressão, assim sendo, deve usar o espaço que o Facebook oferece da melhor forma. Apele ao seu lado criativo, escolha uma imagem representativa do seu negócio. Seja coerente e comunique de forma consistente. Se não estiver confiante do que está a fazer, nem tente. Já viu que imagem transmitiria se chegasse ocasionalmente a uma reunião de gola alta e calções de praia?

Facilite aplicações úteis para os consumidores da sua marca e personalize as “tabs” (menus) do Facebook de acordo com a sua identidade, como na imagem. Obviamente, se a cor predominante nas suas peças de comunicação é cinzento e vermelho, não faz sentido usar azul ou os utilizadores vão pensar que estão na página errada. Personalize o endereço para que fique com o formato www.facebook.com/nomedaempresa que poderá ser encurtado para fb.com/nomedaempresa. Defina a categoria correta e inclua uma breve descrição e o endereço do seu website na secção “Sobre”.

Timing é tudo
“Prime time all the time”, não é bem assim! Escolha qual a melhor hora do dia para promover o seu negócio. Faça a experiência e veja com base no histórico de publicações a que horas e dias da semana os índices de envolvimento são mais elevados.

Marketing de conteúdos
Porque o conteúdo é rei é importante produzi-lo. Pior do que não ter uma página no Facebook é ter uma página sem conteúdo. Portanto, produza conteúdo relevante e com uma periodicidade constante. Publique conteúdo em diferentes formatos. Texto, imagem e vídeo. Escreva textos curtos e apelativos. Use imagens grandes e de qualidade e comece a pensar em produzir vídeo. Se o conteúdo incluir um link tente colocá-lo antes da tag “Ver mais” para que fique visível. Inclua sempre links para o seu website, blog, parceiros e outras plataformas. Utilize a regra 70/20/10 para intercalar entre publicações focadas na geração de leads e no envolvimento com os fãs. Atenção! Cuide dos seus textos, os estudos indicam que erros ortográficos e de pontuação afetam a credibilidade.

Integrar e promover
Sem integração e promoção, a sua base de fãs dificilmente irá crescer. Coloque no seu website uma caixa de comentários, botões de partilha, de gostos, etc. Informe a sua lista de emails que está presente no Facebook. Faça referência também à rede social nas peças de comunicação tradicionais através de links, códigos QR ou menções. O seu cliente tem de sentir que vai ganhar qualquer coisa em troca ao fazer parte da base de fãs, deste modo, elabore o “pedido de ação” com base no problema do seu cliente, cuja resolução reside na sua intervenção como prestador de serviços. Invista no Facebook Ads se souber qual é o seu público-alvo. A recolha de dados a que os utilizadores estão sujeitos, torna possível a um anunciante escolher como alvo dos seus anúncios, por exemplo, homens e mulheres casados, que residem em Portugal, falam português e alemão, licenciados, proprietários de smartphones e que gostam de viajar.

Monitorizar o sucesso
Utilize um encurtador de URLs como o Bitly para encurtar os links, torná-los amigáveis e monitorizar o desempenho das suas iniciativas. Para além disso, faça uso do painel de estatísticas do Facebook. Preste atenção aos dados demográficos, descobrirá coisas muito interessantes.
 

Ajude a fazer crescer a nossa comunidade de fãs no Facebook. Visite a página agora!

Tags:
,